Projetos

Home / Projetos

artes cenicas mes a mes 300 pixels

O projeto "Artes Cênicas Mês a Mês" do Grupo Oriundo de Teatro oferece espetáculos a preços populares e oficinas gratuitas de teatro, dança e circo

O projeto “Artes Cênicas Mês a Mês” teve sua primeira edição quando venceu o Edital de Ocupação do Galpão 3 da Funarte em 2012. Durante cinco meses, a programação reuniu 16 grupos com 22 espetáculos nas áreas de teatro, dança e circo e 10 oficinas gratuitas. Paralelamente a isso, alunos da rede pública de ensino tiveram acesso à programação por meio de sessões exclusivas e gratuitas oferecidas a escolas municipais de Belo Horizonte e região metropolitana. 

 Ao todo, foram aproximadamente 150 artistas envolvidos na programação e um público total de 5 mil pessoas entre pagantes e não-pagantes. A ocupação da Funarte foi um importante passo para o coletivo evoluir não apenas como um grupo de atores e encenadores, mas também como produtores e provedores culturais.

Em 2014, o projeto terá sua segunda edição patrocinada pela Arcelor Mittal por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Acompanhe a nossa programação no site e na página do facebook (wwww.facebook.com.br/grupooriundo) para ficar por dentro de todas as informações. 

 

Logo Oriundo para Crianças

 

O projeto intitulado "Oriundo para Crianças" consiste em levar, gratuitamente, espetáculos de teatro infantil à população em vários pontos da cidade.

Em 2013, o projeto aconteceu na cidade Morro do Pilar, próxima à Conceição do Mato Dentro, com os espetáculos "Quem Pergunta, Quer Resposta!", "Na Roda", do Grupo Maria Cutia, e o espetáculo "O Mistério da Bomba H__________ ". Essa edição, contou com o patrocínio da Labtest e o apoio da prefeitura da cidade. 

Na edição de 2014, o projeto passou por todas regionais de Belo Horizonte, totalizando 12 apresentações. As apresentações foram destinadas às crianças de todas as idades, além de atingir jovens, adultos e idosos. 

Com trilha sonora executada ao vivo, os espetáculos exploram o universos musical, os atores brincam com recursos sonoros e visuais, e jogam diretamente em relação com o público, atraindo a curiosidade dos espectadores para a encenação. Além disso, por meio de cenário e figurino bastante coloridos e histórias inéditas, os espetáculos fazem com que a fantasia, o apelo à imaginação e à participação complementem a fábula. 

Essa edição, em Belo Horizonte, recebeu o patrocínio da Matecouro e aconteceu em janeiro e fevereiro de 2014 nas praças, parques ecológicos e centros culturais da cidade. 

Todos os espetáculos tiveram entrada gratuita. 

 

 "Onde o Teatro não vai?"

O projeto "Onde o Teatro não vai?" tem a proposta de levar espetáculos teatrais profissionais a cidades que nunca receberam esse tipo de atração

 

A primeira edição do projeto foi viabilizada pelo Prêmio Myriam Muniz 2010, que possibilitou a montagem e circulação do espetáculo "Quem Pergunta, Quer Resposta!". Tinha, inicialmente, a intenção de visitar 12 cidades, mas acabou circulando por 44 municípios em todas as regiões de Minas Gerais. Esses lugares eram pequenas cidades ou distritos que, em geral, não tinham casa de cultura ou centros culturais e, por isso e por vários outros fatores, ficavam ou ainda ficam distantes do teatro profissional. As cidades também não possuíam teatros e foi principalmente por esse motivo que o espetáculo "Quem Pergunta, Quer Resposta!" foi montado originalmente para ser apresentado na rua.

Através desse projeto, o Grupo Oriundo de Teatro busca garantir ao público, principalmente o carente, o contato com um espetáculo profissional, propiciando a todos, independentemente de onde estejam, o acesso a um bem cultural diferenciado e de qualidade.

 

 

Projeto Escola

Entre os diversos projetos desenvolvidos pelo Grupo Oriundo de Teatro, está o Projeto Escola. O projeto consiste em levar apresentações dos espetáculos do grupo para as escolas e teatros de Belo Horizonte e região com a proposta de contribuir com a formação cultural. A ideia é oferecer aos alunos a oportunidade de apreciação de espetáculos teatrais, proporcionando assim o acesso e o gosto pela arte.

Incluir o teatro na programação escolar oferece uma série de benefícios como, por exemplo, a vivência de ir ao teatro, a aproximação com a arte, o despertar da imaginação e da reflexão. Vincular a escola, local de aprendizado, ao teatro, local onde o lúdico e a imaginação tomam forma, é também criar uma parceria entre aprender e se divertir.

Para levar espetáculos do grupo para a sua escola, entre em contato com a gente!

 

 

 

TwitterBlogger  fbiconn
 
 
TwitterBlogger
  • Rua Suzana Maria, 325. Bairro Jardim Paquetá. Belo Horionte/ MG. Brasil.
  • (31) 3267-3712